Treinador Vagson Ribeiro avalia o desempenho tático das equipes da Série A do Brasileirão

Onze!Press Comunicação - Produção de Conteúdo Esportivo - CLIQUE AQUI

Pelotas (RS) - Enquanto aguarda desafio para comandar uma equipe, o treinador Vagson Ribeiro está se especializando. Além disso, Vagson Ribeiro acompanha a maioria dos jogos do Brasileirão. E, portanto, pode fazer uma avaliação do desempenho tático dos times em meio a pandemia do novo coronavírus e com um calendário ajustado. Vagson Ribeiro, 39 anos, foi atleta e atuou em vários e importantes clubes do futebol gaúcho, pelo Brasil e na Guatemala, vestindo as camisetas de Grêmio, Brasil de Pelotas, Ulbra, Caxias, Corinthians, Farroupilha, Pelotas, Cianorte, Glória de Vacaria, São Paulo de Rio Grande, Inter-SM, Sapucaiense. Fez categoria de base em clubes como Cruzeiro-RS, Grêmio e São Paulo. Foi diretor do Farroupilha (Pelotas) em 2012. 

Observando  o desempenho tático dos times

Para o treinador Vagson Ribeiro, tecnicamente, os atletas estão deixando a desejar. Outra dificuldade observado por Vagson Ribeiro, é a questão do encaixe tático para enfrentar os adversários. "Neste sentido, os treinadores estão encontrando dificuldade, pois, alguns jogadores não conseguem desempenhar determinadas funções por falta de compreensão do posicionamento tático. A recomposição defensiva está sendo muito devagar em algumas equipes, o que acaba gerando situações de gols para os adversários. Vejo que os times estão querendo jogar demais e deixando a defesa muita exposta. Um exemplo claro, é o do São Paulo. Quando encaixa o seu time priorizando o grupo, isso se torna importante para o desempenho em campo. Vejo que os times estão conseguindo atacar, mas no momento de recompor a marcação, os problemas aumentam", observou o treinador Vagson Ribeiro.


CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS DO TREINADOR VAGSON RIBEIRO